AUTOESTIMA E AMOR PRÓPRIO

Atualizado: 11 de mai.

Vivemos em um mundo que tem pavor do poder da mulher. A mulher segura de si, que não se rebaixa, que faz o que tem vontade, que é livre, não se deixa afetar pela opinião alheia, coloca em pânico todos aqueles que inconscientemente restringem a sua liberdade para se “encaixar” no mundo. É como se ela escancarasse para as pessoas as suas limitações. Mas a mulher realmente livre e empoderada jamais usa disso para humilhar as pessoas, para se colocar acima delas. A mulher realmente forte jamais é agressiva, ela compreende que cada um tem o seu tempo, tem a sua forma de ver a vida, por isso ela apenas tem compaixão e não julga.

Ela não quer “jogar” na cara de ninguém sua beleza e sua liberdade, ela é bela (não no sentido de beleza física padrão, mas na maneira de ser, na energia) e livre para mostrar para as outras pessoas que isso também é possível, que mesmo fazendo parte do gênero que sempre foi reprimido, jogado na subalternidade, ela pode ser feliz e servir como exemplo. A mulher extremamente feminina mostra que o feminino não tem nada de frágil, que é criativo, múltiplo, e dá infinitas possibilidades para encarar as situações da vida, é fluído e maleável, como a água, por isso pode contornar e driblar as situações desafiadoras criando caminhos alternativos.

A mulher livre incomoda porque ela não é só livre, ela também liberta. E numa sociedade que depende que as pessoas estejam inconscientes do seu próprio poder e capacidade, para que possam aceitar cegamente tudo que é imposto de cima, esse poder feminino é visto como uma ameaça. Para que as mulheres jamais se tornem isso, foram impostas programações que tiram o poder da mulher, a colocam para baixo, e a fazem se envergonhar daquilo que é mais precioso para despertar seu poder, que é a sua feminilidade natural, seu corpo, sua sensualidade e seu instinto natural para a liberdade.

Tudo que é natural da mulher é tido como feio, como vergonhoso, como algo que deve ser escondido, pois pode ofender as outras pessoas. A mulher é ensinada a sempre estar insatisfeita com o próprio corpo, se comparando com as modelos magérrimas das capas de revista, é ensinada que seus pêlos são anti-higiênicos, que o sangue da menstruação é nojento, que ela deve ter determinado peso, que ela corre risco de ficar sozinha, sem marido se não se adequar, que ela precisa de um homem para ser feliz etc etc etc.

Tudo mentira, falácias, crença doentias que servem apenas para mulher não perceber que ela é suficiente por ela mesma, que ela não depende de um homem nem da aprovação da sociedade para ser digna, que ela própria, consciente e empoderada do seu real poder feminino, pode ser e ter o que quiser sem precisar se submeter ou depender de ninguém.

Mulher, o caminho para a sua autoestima é estar consciente que você só não consegue ser você mesma por causa do medo que a sociedade tem do seu poder, e você não tem absolutamente culpa nenhuma disso. Seja mulher, seja feminina, ame seu corpo exatamente como ele é, tenha em mente que a opinião e o julgamento alheio é pelo medo deles, então tenha apenas compaixão.

E tudo que você tem medo de perder, ou de deixar de conseguir, se você for mulher na sua plenitude, tenha em mente que o próprio contanto com seu poder interno pessoal te dará. Criatividade para imaginar possibilidades nunca antes pensadas em relação à carreira e dinheiro, amor próprio em abundância para não depender de outra pessoa, conquistando assim sua autonomia afetiva, onde os relacionamentos, se vieram, serão para agregar, e não para preencher um vazio que só o seu auto-amor pode preencher. Seja mulher, seja você, se ame, se liberte, e ajude o mundo a se libertar.

Se você quiser saber mais sobre empoderamento feminino, eliminar suas crenças de limitação que impede a sua autoestima e bem estar, vem participar do JORNADA DO SER MULHER - Reconectando você a sua essência, serão 5 Semanas de de transformação através da Reprogramação Emocional dentro de temas que mais atrapalham de fluir como mulher poderosa em sua vida.

Temas como:

  • AUTOESTIMA E AMOR PRÓPRIO

  • RELACIONAMENTOS

  • DINHEIRO E PROSPERIDADE

  • ÁREA PROFISSIONAL, MISSÃO DE VIDA

  • FOCO, CLAREZA E OBJETIVO NA VIDA.

Se você sente que é hora de virar a chave, resgatar sua força e mudar, vem comigo. Entra no link e se inscreve no formulário, entrarei em contato com você.

LINK : https://chat.whatsapp.com/BaeDXRBU0FG7lCCDQSoawD

Beijos de amor e luz.

Alice Salgado

(TEXTO DE GABRIEL RAMOS) AUTOESTIMA E AMOR PRÓPRIO O que é se amar? O que é ter autoestima? Trata-se do puro e simples fato de olhar para si mesmo como você é, e não como você gostaria que você fosse. Se libertar da auto-imagem projetada e apenas se olhar, sem julgamento. Ser o que você é. Sentir o que você é. O que está além dos rótulos, dos estigmas, do passado, da origem, da profissão, da família que você pertence, o que está além de tudo isso. O que te separa dessa percepção? O que te separa de olhar pra si mesmo independente do olhar que os outros tem sobre você, principalmente a sua família e círculo social mais próximo? Talvez encontrar algo diferente, inesperado? Fraquezas, fragilidades, dificuldades? E por que ter essas fraquezas te tornaria menos digno do que alguém? O que te faz acreditar que você precisa ser aceito e compreendido por alguém para se sentir digno? As outras pessoas não veem tudo que você é. Não veem as suas emoções, não sabem pelo que você passou na vida. Não sabem o que você pensa e sente e nem o porquê desse pensar e sentir ser como é. Por isso, delegar à percepção limitada que elas tem sobre você a definição da sua identidade é simplesmente absurdo. É como declarar que o que se viu por um buraco de fechadura define em absoluto o que está do outro lado da porta. Só você pode abrir essa porta do seu interior e constatar o que está lá dentro. E se você for capaz de olhar e honrar tudo que ver lá, não importará o que os outros sabem ou veem sobre você. De alguma forma eles vão sentir todo o mistério que há em seu interior. Admire seu sorriso, seu cabelo, seu corpo. Ele é perfeito! Numa sociedade que faz com que a gente se odeie, não há revolução maior que se amar. Dia 28/05 teremos um Workshop sobre autoestima e amor próprio, cheia de reprogramações emocionais para te ajudar a mudar o que está bloqueando sua vida. Para participar, entre no link do RECONEXÃO MULHER 2.0 GRUPO WHASTSAPP RECONEXÃO MULHER 2.0- Reconectando você a sua essência - Grupo VIP https://chat.whatsapp.com/GxjUDzWYSIG38EfnjXFNZbAUTO

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo